sábado, 16 de outubro de 2010

Como se deve fazer stand up comedy num show de talentos da escola

Leia o título. Ficou um comprido, eu sei... Mas o problema não é o tamanho desse título e sim a resposta para o mesmo. Vou contar um pouco de uma história que me levou a criar esse blog, me apaixonar por comédia e me inscrever em um show de talentos onde eu finalmente eu vou saber se o palco é um lugar pra mim.
Senta que lá vem história, relaxa, vou contar rapidinho pra daqui a pouco você já poder ir ver as fotos da mina que você ta afim ou fazer perguntas em ‘’anônimo’’ no formspring de alguém que você odeia

Se você me conhece já sabe que meu nome é Lucas Machado, mas se não me conhece, sou Rodolfo Silveira tenho 29 anos, olhos verdes e gosto de dar longas caminhadas na praia. Mentiras a parte, cresci vendo filmes de comédia, meu comediante favorito sempre foi Jim Carrey (mestre no humor físico), eu não era uma criança engraçada, daquelas que falava tudo que vinha na cabeça e os adultos davam risada. Vivia sempre na minha, no meu mundinho, dentro da minha cabeça, eu era o astro do meu próprio seriado, mesmo não tendo grandes aventuras.

O tempo passou e eu conheci mais ou menos com doze anos, a forma mais crua, difícil e talentosa de fazer rir, o stand up comedy (e o redtube depois, mas enfim...).
Quem conhece, sabe que é foda, o comediante stand up precisa enxergar comédia onde não há e expressar suas idéias de uma maneira lúcida, clara, critica e engraçada ao mesmo tempo, utilizando o que há de mais complexo no universo: a vida.

Certamente, você já fez stand up comedy e nem sabia, sabe aquelas conversas com os amigos onde tudo vira piada? Um perrengue seu e quando você foi contar todo mundo deu risada? Ou simplesmente quando você quer falar mal de alguma coisa e sai umas comparações hilárias? Stand up é tipo isso, simples de entender né?

Coincidentemente, meu comediante favorito quando criança, o Jim Carrey, começou sua carreira no stand up, outros astros também, como o Eddie Murphy (eterno professor aloprado), Steve Martin e até o Tom Hanks (código da Vinci deve ser tudo piada pra ele).

Agora vamos ao que diz respeito ao título desse post. Não sei se você ainda não reparou, quero fazer stand up comedy, sempre quis desde que conheci (a primeira lembrança que tenho é do Fernando Caruso falando sobre Adolescência, senão me engano, no Altas Horas, tem no youtube se quiser assistir). A oportunidade até que não demorou pra chegar. Pela primeira vez a minha escola vai fazer um show de talentos e eu, é claro, não pensei duas vezes em fazer um show de stand up. Não são muitas, mas algumas pessoas estão empolgadas com a minha idéia, o Diretor do show (e da escola também) pediu pra fazer 3 monólogos entre os intervalos das bandas. Sim, é uma puta oportunidade né? Uhuuuul ...

O show vai acontecer começo do mês que vêm e eu não escrevi nada até este momento. Pode ser muito foda, a platéia pode rir pra caralho, afinal, eles não esperam nada de mim, ou pode ser constrangedor, fail, broxante, sem graça e acabar com os meus sonhos de ter uma carreira cômica. O texto que eu ainda vou escrever vai passar por aprovação do Diretor da escola, o que pode até me censurar se esse for o caso.
Bom, então é isso, quando eu fizer o show, passo aqui e digo se foi uma merda total ou se foi um dos melhores dias da minha vida. Que os deuses da comédia estejam comigo!

2 comentários:

  1. Cara, boa sorte ai pra vc!!
    queria pode ta la pra te apoia!!
    Johnny aqui (;

    ResponderExcluir
  2. mano minha historia é igual a sua o melhor é o jim e outras coisa so que vc é bontão boa sorte atrasadas

    ResponderExcluir